O Grupo ETE é um dos candidatos à exploração dos portos de Cabo Verde detidos pela Enapor, apurou o TRANSPORTES & NEGÓCIOS junto de fonte conhecedora do processo.

Cabo Verde

O governo de Cabo Verde propõe-se concessionar a exploração dos quatro principais portos do país, tendo para o efeito aberto um concurso público internacional.

Onze empresas europeias e asiáticas – de Portugal, Reino Unido, Holanda, Filipinas, Turquia, China e Singapura – apresentaram manifestações de interesse no processo e mais de metade preenche os requisitos técnicos para passar à segunda fase, afirmou na Praia o presidente da Enapor, sem especificar.

O TRANSPORTES & NEGÓCIOS sabe que o Grupo ETE é o candidato português no processo. A Tertir (Grupo Mota-Engil) também terá sido convidada a avançar, mas não se interessou, provavelmente em consequência das negociações para a venda ao grupo Yildirim. Mas os turcos poderão estar também na corrida.

O Grupo ETE divide com o Grupo Tertir a “parte de leão” da operação de terminais portuários em Portugal e tem experiência internacional nos PALOP e na América do Sul.

Segundo o presidente da Enapor – Portos de Cabo Verde, que no novo ordenamento cabo-verdiano manterá a concessão do sistema portuário nacional, a segunda fase do concurso deverá iniciar-se ainda este mês. A conclusão do processo, com a escolha de um ou mais operadores para os quatro principais portos do país, está prevista logo para o primeiro trimestre de 2016.

Carlitos Fortes, citado pelo “A Semana”, disse ainda que a Unidade das Privatizações e Parcerias Público-Privados está a proceder à selecção das empresas que devem transitar para a próxima fase e a ultimar o caderno de encargos do processo de concessão das operações portuárias, para submeter à homologação do governo.

Apenas as operações nos portos das ilhas de São Vicente, Santiago, Sal e Boa Vista estão a concurso, dado serem as mais rentáveis e as únicas com capacidade para receber tráfego internacional, mantendo-se os restantes portos sob a gestão directa da Enapor.

Tags:

Comments are closed.