Bertram Rickmers, fundador e dono da Rickmers Holding, vai ceder três quartos do capital aos credores e injectar ainda milhões de euros na empresa para evitar a sua falência.
Rickmers

O acordo, que terá ainda de ser validado, prevê que Rickmers fique com apenas 24,9% do grupo, cedendo os restantes 75,1% aos credores – o HSH Nordbank, os obrigacionistas e, possivelmente, um outro banco não nomeado.

Além disso, Bertran Rickmers terá ainda de injectar dez milhões de euros em dinheiro no grupo, assumir responsabilidades de dez milhões de euros junto de estaleiros e garantir um empréstimo de dez milhões de euros para eventuais necessidades de tesouraria. Isto depois de já ter metido no grupo 13 milhões de euros.

Numa fase subsquente, os novos donos do grupo Rickmers poderão alienar acções através de uma sociedade instrumental sediada no Luxemburgo, rateando entre si o encaixe resultante de tal operação.

A Rickmers Holding é uma referência no mundo do shipping, detendo uma frota de 114 navios, com uma tonelagem total de 5,875 milhões de TDW.

Há poucos dias apenas, a Rickmers Maritime Trust, de Singapura, avançou para a liquidação, depois de os credores terem recusado o seu plano de reestruturação. A Navios comprou entretanto a totalidade da sua frota de 14 porta-contentores.

 

Comments are closed.