A GS Lines (Grupo Sousa) anunciou hoje o reforço da sua frota de navios próprios com a compra do “Rebecca S”, para operar para os Açores e Madeira.

Construído em 2007, o “Rebecca S” será registado no Registo Internacional da Madeira. Com 129,65 metros de comprimento, 20,83 metros de boca e 7 584 toneladas GT, tem capacidade para 679 TEU. Irá substituir na frota da GS Lines o “Pantonio”, que estava afretado.

O “Rebecca S” deverá chegar a Lisboa no início de Dezembro. De momento está atracado em Kingston, Jamaica, onde será por estes dias sujeito às inspecções subaquáticas da praxe, nomeadamente por parte do armador e da sociedade classificadora. Até agora, o navio operava nas Caraíbas, com o nome “Samba”.

A GS Lines mantém uma frota de oito navios, mas agora com quatro unidades próprias e quatro afretadas. Entre os navios próprios conta-se o maior navio português, o “Raquel S”.

A GS Lines ocupa o 86.º lugar no “top 100” da Alphaliner das maiores companhias mundiais de transporte marítimo de contentores.

O montante do investimento na compra do “Rebecca S” não foi divulgado.

Comments are closed.