Ao segundo ano completo de actividade, a Garland Transport Solutions (GTS) prevê duplicar o número de motos transportadas no ano de arranque.

Até ao momento, a GTS já transportou as mesmas 315 motos de todo o ano de 2018. O serviço foi lançado em Setembro de 2017.

A capacidade de transporte também foi reforçadas, e das 20 plataformas iniciais (concebidas à medida das necessidades específicas dos veículos) passou-se para uma frota de 100 plataformas, que permitem transportar outras tantas motos em simultâneo.

Como se disse, o serviço foi lançado no final de 2017 para responder as necessidades de alguns clientes que queriam transportar as suas motos para destinos mais ou menos longínquos. Mas com o tempo as solicitações e a oferta evoluíram e hoje a GTS garante, por exemplo, o transporte e o armazenamento temporário de motos importadas.

Mantém-se, claro, o serviço de envio, e regresso, das motos para/de destinos estrangeiros (com o cliente a levantar/entregar a moto num parceiro local da GTS).

E mais recentemente surgiu a parceria com a Hertz Ride, com a GTS a garantir o regresso das motos que são entregues num destino/país diferente daquele onde foram alugadas.

“De uma forma geral o feedback dos clientes é muito positivo; temos vários grupos que viajaram connosco no ano passado, regressaram este ano e já falam em projectos para o próximo ano”, comentou Sérgio Freitas, national director planning & execution da GTS, citado em comunicado.

Comments are closed.