A chinesa Hainan Airlines já é oficialmente a maior accionista da Azul, a companhia brasileira que integra o consórcio Atlantic Gateway, que detém 50% da TAP.

CHINA-HAINAN-BOEING

A subsidiária do grupo HNA anunciou a conclusão da compra de uma participação de 23,7% da Azul, pela qual pagou 450 milhões de dólares, de acordo com um comunicado divulgado ontem.

Com esta compra na terceira maior companhia aérea do Brasil, a Hainan Airlines passou a ser o accionista maioritário, indo nomear três membros para o conselho de administração.

O grupo HNA, um conglomerado com interesses na aviação e no turismo, anunciou em Maio ter adquirido uma participação de 13% na companhia aérea Virgin Austrália e, mais recentemente, em Julho, anunciou ter comprado 25% da emissão de obrigações convertíveis da TAP, pela soma de 30 milhões de euros.

Este último negócio, que foi feito através da Azul, permite ao grupo chinês aumentar para 23% os interesses económicos que controla na TAP e passar a ter um lugar no conselho de administração.

Ainda em Julho, a Hainan Airlines pagou 1,5 mil milhões de dólares pela compra da Gategroup Holding AG, a segunda maior empresa do mundo de “catering” para a aviação.

Comments are closed.