Hamburgo e Roterdão, dois dos maiores portos da Europa, estão a estudar terem regulamentos ambientais idênticos, para não prejudicar a concorrência entre eles.

As autoridades das duas metrópoles portuárias estão mesmo à procura de outros portos europeus para se juntarem à iniciativa. A ideia é promover uma conferência sobre o tema já no próximo mês.

Nos casos concretos de Roterdão e Hamburgo, a mudança ainda precisará de aprovação dos governos locais.

“Queremos finalmente tornar os navios no nosso porto mais limpos, mas temos de criar condições equitativas”, afirmou Anjes Tjarks, líder do Partido Verde em Hamburgo.

Já Dirk Kienscherf, que dirige o SPD na cidade, enunciou na passada sexta-feira qual o “claro” objectivo comum. “Queremos ser o motor de um bom desenvolvimentoeconómico e ecológico dos portos europeus”.

Entretanto, na rede social Twitter, Olaf Merk, especialista em portos e navegação do Fórum Internacional de Transportes da OCDE, já aplaudiu a ideia.

“Já é hora de os governos das principais cidades portuárias usarem a sua influência sobre os portos para resolver as principais preocupações de seus cidadãos, como as emissões dos navios – e outras questões”, escreveu, na manhã de domingo.

Nota: Clique AQUI ou no botão abaixo para se manter a par das notícias do seu setor e das novidades do TRANSPORTES & NEGÓCIOS de forma cómoda e rápida. Subscreva à Newsletter T&N e junte-se a milhares de profissionais!

Comments are closed.