A Hapag-Lloyd vai converter um porta-contentores para navegar a GNL e instalar filtros de partículas (scrubbers) em outros dois navios.

A Hapag-Lloyd ficou com 17 navios porta-contentores "LNG Ready" no seguimento da absorção da UASC. As embarcações, com capacidades entre os 15 000 e os 18 800 TEU, foram entregues entre 2014 e 2016, mas até ao momento a companhia alemã ainda não havia optado por convertê-las para gás.

A exemplo dos principais players do sector, a Hapag-Lloyd anunciou já uma sobretaxa de combustível para recuperar os custos . . .

 

*** CONTEÚDO DE ACESSO RESERVADO. FAÇA LOGIN OU TORNE-SE ASSINANTE T&N ***

Assinatura T&N Semestral
€45
Acesso ilimitado aos conteúdos do site T&N
Acesso a conteúdos exclusivos T&N
 
Assinatura T&N Anual
€60
Acesso ilimitado aos conteúdos do site T&N
Acesso a conteúdos exclusivos T&N
Descontos nos Seminários T&N