Antes de se tornar membro de pleno direito da THE Alliance, a 1 de Abril, a HMM depositou 25 milhões de dólares no fundo de emergência da aliança.

A HMM passará a integrar a THE Alliance a partir de 1 de Abril, terminando a sua parceria com a 2M. Para a sua nova aliança, em que participará como membro de pleno direito, a companhia contribuirá com navios – e em breve terá os maiores de todos os parceiros – e com capital para o fundo de emergência.

O fundo de emergência da THE Alliance foi criado há três anos pelos membros da ex-CKYHE, na sequência da falência da Hanjin Shipping. A ideia era, e continua a ser, ter disponível capital responder a uma emergência como a falência de um seu membro.

Segundo a Alphaliner, a contribuição da HMM para o fundo é de 25 milhões de dólares. A maior de todos os membros, superando os 23,3 milhões da ONE, os 16,25 milhões da Hapag-Lloyd e os 16,25 milhões da Yang Ming.

As contribuições para o fundo são fixadas anualmente e têm em conta a dimensão de cada companhia e o seu risco associado. A HMM é o mais pequeno dos parceiros e assim continuará mesmo depois de receber os 20 navios que tem encomendados.

Tags:

Comments are closed.