A sul-coreana Hyundai Merchant Marine (HMM) anunciou que vai vender algumas participações. O objectivo será evitar a falência.

HMM

Entre os activos não estratégicos a alienar estão, segundo a “Reuters”, uma participação na Hyundai Securities Co, uma corretora sul-coreana, e uma outra no Hyundai Asan Group, empresa especializada em actividades de lazer.

A comunicação social sul-coreana acrescenta que a companhia terá já assinado um memorando de entendimento com a PSA de Singapura para lhe vender a posição de controlo no Pusan Newsport. Ambas as companhias escusaram-se a comentar.

Com dívidas de quase cinco mil milhões de dólares (4 615 milhões de euros), a HMM estará, além disso, disposta a vender a divisão de granéis sólidos, depois de já ter alienado participações em vários terminais e a divisão de GNL.

A companhia tem de liquidar, já em Abril e Julho próximos, empréstimos obrigacionistas de 120 mil milhões de wons sul-coreanos (89,8 milhões de euros) e de 240 mil milhões de wons (179,7 milhões de euros).

As dificuldades da HMM têm alimentado os rumores de que se poderá fundir com a compatriota, e também “atolada” em dívidas, Hanjin. A taxa de endividamento da HMM está nos 980% e a da Hanjin nos 687% e o governo de Seul não parece disposto a colocar mais fundos públicos nas empresas. As duas companhias já negaram, porém, a fusão.

 

 

Comments are closed.