A HMM  tem objectivos ambiciosos para 2022: mais do que duplicar a capacidade para um milhão de TEU e facturar dez mil milhões de dólares (8,78 mil milhões de euros)/ano.

HMM quer 1 milhão de TEU e 10 mil milhões de facturação

Os planos da HMM foram reafirmados num encontro interno da companhia sul-coreana pelo CEO C. K. Yoo, que anunciou, além disso, que pretende finalizar a aquisição de acções da Hyundai Pusan New Port (HPNT) ainda em 2019. A HMM vendeu este terminal em 2016 no âmbito do processo de reestruturação que então operou.

“A HMM fará tudo o que estiver ao seu alcance para melhorar a produtividade, adicionando as tecnologias Blockchain e Internet das Coisas aos nossos serviços, para aumentar a satisfação dos clientes. Precisamos de transformar a HMM numa companhia amiga das TI para cumprir a nossa visão de transporte inteligente”, explicou Yoo.

No fim de Setembro, a HMM encomendou doze mega-navios de 23 mil TEU e oito de 15 mil TEU. As novas embarcações começam a ser entregues pelos estaleiros em 2020.

A HMM detém actualmente uma capacidade de transportes de 410 mil TEU, o que lhe confere o décimo lugar no ranking da Alphaliner. Com um milhãi de TEU, a companhia subirá a oitavo, à frente da Yang Ming mas atrás da Evergreen.

No início deste mês de Outubro, a maior companhia de navegação sul-coreana angariou 883,8 milhões de dólares (776 milhões de euros) através de uma emissão de obrigações reservadas a um fundo estatal.

 

 

 

Comments are closed.