Quatro dos cinco operadores dos terminais de contentores do porto de Kwai Tsing, Hong Kong, acordaram gerir em conjunto a sua capacidade instalada.

Os quatro operadores envolvidos na Hong Kong Seaport Alliance são a COSCO-HIT Terminals Limited (CHT), a Asia Container Terminals Limited (ACT), a Hong Kong International Terminals Limited (HIT) e a Modern Terminals Limited (MTL). Juntos operam 23 postos de atracação, em oito dos nove terminais do porto.

Através da aliança, os operadores propõe-se optimizar a utilização da capacidade instalada mediante a gestão e operação conjunta dos terminais. As receitas e os custos serão distribuídas entre os parceiros numa base acordada antecipadamente.

A união de esforços dos operadores visa responder aos desafios colocados pelas alianças de companhias de transporte marítimo de contentores.

Hong Kong foi até 2005 o maior porto de contentores do mundo. Depois foi ultrapassado por Singapura e tem vindo a perder protagonismo.

Kwai Tsing consiste em nove terminais, administrados pelos quatro membros da aliança, além da Goodman DP World. O porto movimenta cerca de 80% do total de contentores que passam por Hong Kong.

Os comentários estão encerrados.