A APM Terminals acordou a venda do terminal de contentores Maasvlakte Delta, em Roterdão, à Hutchison Ports, que assim se reforça no maior porto europeu.
APMT Rotterdam Netherlands

O acordo de venda foi já formalizado e a concretização do negócio fica apenas dependente das autorizações legais. A possibilidade de a APM vender um dos dois terminais de Roterdão já era falada. A companhia mantém o Maasvlakte II, um dos terminais de contentores mais modernos do mundo.

Com a compra, a Hutchison Ports fica dona de um terminal com uma capacidade anual de 3,5 milhões de TEU, equipado com 13 pórticos de cais post-panamax e dispondo de uma área de 100 hectares. Entre os seus clientes estão a 2M e a THE Alliance, a CMA CGM ou a Zim.

O acordo de compra e venda prevê que o terminal se mantenha como uma entidade independente, tendo garantidos volumes de contentores da Maersk por um prazo de cinco anos. Os postos de trabalho estarão também protegidos nos próximos quatro anos.

A Hutchison Ports já detém em Roterdão os terminais ECT Delta e ECT Euromax, ambos situados na área de Maasvlakte.

 

 

Comments are closed.