A IAG Cargo testou com sucesso a tecnologia de drones autónomos nas suas instalações logísticas em Madrid.

Foram realizados dois testes separados, ambos bem-sucedidos, com a tecnologia de drones desenvolvida pela FlytBase a concluir várias tarefas. Entre essas esteve o drone a navegar de forma autónoma por várias estantes (voando por cima), o drone a detectar e ler com precisão as cartas de porte aéreo (AWB) e identificando os compartimentos vazios e o drone a regressar automaticamente à estação de carregamento.

A IAG Cargo anunciou que, já no início de 2020, os testos continuarão, para avaliar outros elementos da operação de drones autónomos.

“Este teste é apenas um aspecto do programa contínuo de inovação e investimento da IAG Cargo, que muda o funcionamento da logística, desafia o status quo e garante que é prestado o melhor serviço possível aos nossos clientes. Temos previstos para 2020 mais testes e ensaios com novas tecnologias, que ajudarão a mudar a maneira como o nosso sector responde a alguns problemas antigos”, explicou, citado em comunicado, o chefe de inovação da IAG Cargo, Carly Morris.

Os testes aconteceram após a IAG Cargo ter “descoberto” que passava uma média de 6 500 horas por ano a registar os códigos de barras e os dados de localização das mercadorias nos seus armazéns. O grupo acredita que a tecnologia permitir-lhe-á, no futuro, poupar milhares de horas.

Tags:

Comments are closed.