A Ryanair formalizou hoje a aceitação da OPA da IAG sobre a Aer Lingus, garantindo à holding da BA, Iberia e Vueling a compra da companhia irlandesa.

BA + Iberia + Aer Lingus + Vueling

O prazo da OPA só termina a 1 de Setembro, mas com a compra dos 29,8% detidos pela Ryanair a IAG já garantiu mais de 95% do capital da Aer Lingus, pelo que pode desde já dar aas boas-vindas à operada irlandesa ao seio da holding.

A OPA da IAG sobre a Aer Lingus foi lançada a 26 de Maio passado e valoriza a companhia em 1 400 milhões de euros. Os accionistas receberão 2,55 euros acção.

A operação foi aceite pelo governo de Dublin, depois obtidas garantias de que a companhia continuará sendo irlandesa. E foi autorizada pela Concorrência de Bruxelas, depois da cedência de alguns pares de slots nas ligações entre Londres e a Irlanda.

Para a Ryanair, segunda maior accionista da Aer Lingus, a aceitação da OPA da IAG resolve, com vantagem, a redução forçada da sua participação na operadora, que lhe estava a ser exigida pelas autoridades comunitárias. E abre a possibilidade de uma parceria nos voos de longo curso.

Com mais esta compra, a IAG passa a somar quatro operadoras: a britânica British Airways, as espanholas Iberia e Vueling e, agora, a irlandesa Aer Lingus. Mas a ideia é não ficar por aqui.

 

Tags:

Os comentários estão encerrados.