As companhias do grupo IAG (British Airways, Iberia, Aer Lingus) transportaram em 2019 5 577 milhões de toneladas-km, menos 2,4% do que em 2018.

A BA foi quem perdeu mais cargas no grupo IAG

A British Airways, de longe a maior no seio da IAG em termos de carga aérea, atingiu um acumulado de 4 211 milhões de toneladas-km, uma queda de 4,2% face ao exercício anterior.

Já a Iberia registou no ano findo 1 181 milhões de toneladas-km, que representam uma descida homóloga de 4,1%.

Com uma expressão reduzida no negócio da carga aérea, a Aer Lingus totalizou 173 milhões de toneladas-km voadas em 2019, em linha (-0,6%) com 2018.

Se o ano foi negativo, em Dezembro o recuo foi ainda mais acentuado, chegando aos 7,8% para o grupo, com um total de 458 milhões de toneladas-km.

No último mês do ano, a British Airways perdeu 8% e ficou-se pelos 335 milhões de toneladas-km. Com 107 milhões de toneladas-km, a Iberia recuou 2,6% em termos homólogos. A Aer Lingus afundou 20% e contou apenas 16 toneladas.

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*