O grupo IAG movimentou menos cargas em Julho e nos primeiros sete meses do ano face aos períodos homólogos de 2017.

IAG perdeu cargas em Julho e nos primeiros sete meses

Em termos acumulados, o grupo IAG vendeu 3 233 milhões de toneladas-km de Janeiro a Julho. Este volume é 0,9% inferior ao dos primeiros sete meses de 2017, quando somou 3 263 milhões de t-km.

Em Julho, a British Airways contribuiu com o maior volume de carga da holding, como é habitual, com 361 milhões de t-km, menos 2,2% em relação aos 369 milhões realizados no mês homólogo de 2017. No acumulado, os 2 515 milhões de t-km são inferiores em 2% aos 2 567 de há um ano.

No caso da Iberia, os 93 milhões de toneladas-km do mês passado representam uma descida de 4,1% face a Julho do ano passado (97 milhões), não obstante no acumulado ainda estar no “verde”, com os 632 milhões de t-km a serem 3,9% superiores aos dos primeiros sete meses de 2017.

No que se refere à Aer Lingus, transportou nove milhões de t-km em Julho, menos 18,2% do que os 11 milhões de t-km do mesmo mês do exercício anterior. No acumulado do ano, os 87 milhões de t-km movimentados pela companhia irlandesa em 2018 estão em linha com os 88 milhões do ano passado.

A Vueling, que também integra o grupo IAG, não opera no transporte de mercadorias.

 

Os comentários estão encerrados.