À medida que o ano de 2018 caminhou para o fim, o mercado mundial de carga aérea foi perdendo força. Em Novembro estagnou mesmo (0%), após 31 meses de crescimento homólogo, assinala a IATA . . .

 

*** CONTEÚDO DE ACESSO RESERVADO. FAÇA LOGIN OU TORNE-SE ASSINANTE T&N ***

Tags: