O transporte aéreo de mercadorias cresceu 2,7% em Janeiro, em toneladas-quilómetro (FTK, na sigla em inglês), face ao mesmo mês de 2015, de acordo com os dados divulgados pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA).

Carga aérea

Esta subida segue a tendência registada no final de 2015 e é o maior crescimento homólogo desde Abril do ano passado. Todos os mercados regionais cresceram em Janeiro, com excepção para os mais pequenos – África e América Latina.

O mercado europeu avançou 2,5% em termos homólogos, o mesmo que a América do Norte. O Médio Oriente cresceu 8,8%. A Ásia-Pacifico, o maior mercado mundial (com uma quota de 38,9%), avançou apenas 1,3%.

Nem tudo são, porém, boas notícias para o sector, dado que a taxa média de ocupação das aeronaves caiu 1,8 pontos percentuais face a Janeiro do ano passado, o que indicia que as margens poderão ser ainda mais pressionadas em baixa nos próximos tempos.

“Apesar do bom começo, o fraco desempenho estrutural do comércio torna pouco provável um crescimento digno de nota ao longo dos próximos meses”, salienta o comunicado de imprensa da IATA.

“É uma boa notícia os volumes estarem a crescer, mas os rendimentos e as receitas continuam debaixo de uma pressão tremenda”, reforça, citado pela assessoria de imprensa, o CEO e director-geral da IATA, Tony Tyler.

 

Tags:

Os comentários estão encerrados.