A venda de 51% do capital da Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) à Loftleidir Cabo Verde será formalizada amanhã, sexta-feitra, anunciou o governo cabo-verdiano.

A nova dona da TACV, a Loftleidir Cabo Verde é detida em 70% pela Loftleidir Icelandic EHF (Grupo Icelandair) e em 30% por
empresários islandeses.

O comunicado emitido pelo Executivo de Cabo Verde não precisa os contornos do negócio. Antes lembra que a privatização da TACV foi assumida “como uma das prioridades do actual governo da República de Cabo Verde”.

O comunicado adianta que a assinatura do contrato de compra e venda de 51% das acções é “um momento histórico para Cabo Verde, uma vez que assegura a continuidade” da “companhia de bandeira e é, certamente, um importante passo para a materialização da plataforma aérea que terá base na ilha do Sal.”

O processo de reestruturação da TACV iniciou-se em Maio de 2017. Em Agosto desse ano, Cabo Verde estabeleceu uma parceria com o Grupo Icelandair, que assumiu a gestão corrente da empresa e a preparou paa a privatização.

Em 27 de Julho de 2018, a Loftleidir Icelandic apresentou uma proposta vinculativa para a aquisição de 51% das acções de TACV. O negócio ficará fechado e assinado amanhã.

 

 

Comments are closed.