O investimento estimado no desenvolvimento das redes europeias de transportes ronda os 500 mil milhões de euros até 2020, metade dos quais destinados às redes principais, anunciou hoje, em Lisboa, o responsável para a Mobilidade da Comissão Europeia.

“Este não é um montante teórico, mas que resulta da análise de projectos que estão na calha e que podem realmente ser realizados até 2020”, afirmou Jean-Eric Paquet, responsável da Rede Europeia de Mobilidade e da Direção Geral para a Mobilidade e Transportes, da Comissão Europeia (CE), durante o seminário sobre “O Futuro dos Transportes na Europa”, promovido pela comissão de Política de Coesão Territorial, do Comité das Regiões, que hoje decorreu em Lisboa.

Acelerar a implantação das redes transeuropeias de transportes (RTE-T) é uma das apostas da Comissão Europeia, saudada pelos membros do Comité das Regiões, órgão consultivo que reúne representantes do poder local e regional dos 27 estados-membros da União Europeia.

Comments are closed.