O Governo decidiu prolongar o prazo para a realização das inspecções obrigatórias (IPO), mas isso não se aplica aos veículos profissionais.

Governo adiou prazos das IPO

O adiamento por cinco meses dos prazos das inspecções obrigatórias (IPO) para veículos cujas datas limite ocorreriam entre 13 de Março e 30 de Junho de 2020, no âmbito da pandemia de Covid-19, não se aplica a viaturas profissionais.

O decreto-lei que define esse prolongamento do prazo foi publicado ontem (dia 23) e indica as excepções. Para essas, os prazos mantêm-se, devendo os operadores proceder à marcação prévia, dado que os centro de de inspecção estão autorizados a encerrarem parcialmente até ao dia 30 de Junho.

As viaturas cujas inspecções obrigatórias mantêm os prazos são os pesados de passageiros (M2 e M3); os pesados de mercadorias (N2 e N3); os reboques e semi-reboques com peso bruto igual ou superior a 3500 kg (O3 e O4), excepto os reboques agrícolas; os veículos ligeiros licenciados para o transporte público de passageiros e ambulâncias; os ligeiros de passageiros (M1) utilizados para transporte internacional (para deslocação autorizada); e os veículos utilizados no transporte escolar.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*