A Boeing anunciou ter formalizado com a Iran Air o contrato definitivo para a entrega de 80 aviões. As primeiras unidades do negócio, avaliado em 16 600 milhões de dólares (15 713 milhões de euros), deverão ser entregues ao longo de 2018.

iran-air-photo

A encomenda é composta por 50 unidades do bi-motor de corredor único B737 MAX e 30 aviões B777 (em duas versões).

As negociações decorreram ao longo de dois anos, a partir do momento em que o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos autorizou a Boeing a retomar as exportações de peças de substituição para a companhia de bandeira iraniana. Foi a primeira vez desde 1979 que o construtor norte-americano pôde negociar com o Irão.

A Iran Air também opera aparelhos da Airbus.

Durante o embargo ao país, a companhia iraniana recorreu a modelos russos, menos eficientes e fiáveis. Estima-se que a companhia aérea iraniana precise de até 400 aeronaves para renovar a sua antiquada frota de aviões comerciais.

 

Tags:

Comments are closed.