O Irão poderá ser um dos investidores no Canal da Nicarágua, um gigantesco projecto chinês pensado para concorrer com o  Canal do Panamá.

Canal Nicarágua

“A cooperação entre o Irão e a Nicarágua pode incluir [desde] a construção do Canal Interoceânico, até às áreas da agricultura, produção de energia, petroquímica, banca, crédito, transportes, indústrias alimentar e farmacêutica e ciência e tecnologia”, disse, em entrevista à “Container Magazine”, o ministro dos Negócios Estrangeiros iraniano, Javad Zarif.

O governante do Irão fez uma visita à Nicarágua, na qual teve encontros com o presidente da Assembleia Nacional, Rene Nunez Telles, e com o próprio Presidente do país, Daniel Ortega.

Recorde-se que a Hong Kong Nicaragua Canal Development (HKND) tem uma concessão de 50 anos para construir um canal de 278 quilómetros no país centro-americano capaz de rivalizar com o Canal do Panamá.

A HKND contratou a consultora BMT, em Dezembro de 2015, para iniciar os primeiros estudos. Não obstante, este projecto de 50 mil milhões de dólares (44,8 mil milhões de euros) tem sofrido vários atrasos.

This article has 1 comment

  1. ANTONIO CARLOS PIRES VIANA

    ….vamos ver como os americanos vão reagir a isto, na peculiar perspectiva de defesa dos seus interesses estratégicos. não esquecer aquilo que neste momento está a acontecer na Venezuela, está tudo feito e interligado …..
    continua a ser preciso avisar a malta

    um abraço do ZÉ DO MALHO