Desde Novembro que a VN Automóveis deixou de montar comerciais Isuzu. A marca nipónica terá decidido deslocalizar a produção para Itália. E assim restam quatro linhas de montagem de veículos em Portugal.

Os dados da (não) produção são oficiais, constam das estatísticas da ACAP. Tudo o resto carece de confirmação, sendo que nem a VN Automóveis nem a Isuzu comentam a situação.

Certo é que no ano passado a unidade de Vendas Novas produziu 1 230 veículos comerciais Isuzu, entre pesados (930) e ligeiros (300) de mercadorias. Em Dezembro ficou a zeros e o mesmo aconteceu em Janeiro.

No ano passado, a quase totalidade da produção teve como destino a exportação. Maioritariamente para o Reino Unido e alguma coisa para a Alemanha.

Em Novembro, fontes sindicais denunciaram a situação e a intenção da VN Automóveis 30 dos cerca de 80 trabalhadores. O contrato com a Isuzu para a montagem de carroçarias duraria até Março próximo, mas a marca nipónica terá antecipado o seu termo.

Enquanto procura alternativas para utilizar a capacidade instalada, a VN Automóveis continua a laborar para outros clientes, nomeadamente para a Autoeuropa.

Com este desfecho, o número de linhas de montagem de automóveis em Portugal fica reduzido a quatro: Autoeuropa, PSA de Mangualde, Mitsubishi do Tramagal e Toyota Caetano.

Comments are closed.