A Comissão Europeia autorizou um novo regime de auxílio público italiano para promover a mudança modal do transporte de mercadorias de estrada para o caminho-de-ferro na província de Bolzano.
Ferrovia

O regime de apoio dispõe de um orçamento de nove milhões de euros e assume a forma de subsídios aos operadores de transporte multimodal e companhias ferroviárias, com a finalidade de reduzir os preços para o cliente final.

O objectivo é, de acordo com Bruxelas, “aumentar a quota do transporte ferroviário e intermodal de mercadorias através do Corredor do Brenner, uma rota de trânsito internacional que liga a Alemanha, a Áustria e a Itália através dos Alpes”.

Em concreto, os auxílios públicos dizem respeito aos serviços de transporte de mercadorias fornecidos ao longo da secção Alto Adige/Tirol do Sul do corredor de transporte Brenner-Salerno, que inclui 120 km de caminhos-de-ferro e 116 km de auto-estradas.

O nível de apoios a atribuir será função da redução dos custos externos associados ao transporte rodoviário (emissões poluentes, ruído, congestionamentos, sinistralidade).

O esquema agora aprovado vigorará até ao final de 2019.

O tráfego rodoviário tem aumentado de forma constante desde 2013, indo contra o Livro Branco da política de transportes, indicam desde a Comissão.

 

 

 

 

 

 

Comments are closed.