A Iveco propõe-se reforçar a produção de veículos comerciais nas unidades de Madrid e Valladolid, além de instalar um novo centro de I&D na capital espanhola.

O plano de investimentos da marca italiana foi apresentado ao primeiro ministro espanhol pelo CEO da Fiat Industrial, Sérgio Marchionne. Até ao final de 2016, serão investidos 500 milhões de euros, no aumento da capacidade de produção e no lançamento de novos produtos.

O reforço da actividade deverá implicar a criação de 1 200 postos de trabalho, 600 dos quais até ao final do ano corrente.

Tal como T&N VEÍCULOS COMERCIAIS noticiou oportunamente, a marca italiana decidiu concentrar em Madrid a produção do Iveco Stralis, nas versões tractor e rígido, o que implicará a duplicação da produção.

Os Iveco produzidos em Espanha serão maioritariamente (em cerca de 80%) destinados aos mercados de exportação, desde logo para a Europa comunitária.

O reforço da base industrial da Iveco em Espanha é uma óptima notícia para Madrid, para mais quando até há bem pouco se temia pelo fim da unidade de Barajas.

A Iveco tem uma forte presença no mercado do país vizinho, seguindo a tradição da Pegasus, marca que incorporou.

Os comentários estão encerrados.