A Iveco anunciou hoje ter obtido em 2010 um resultado líquido de 270 milhões de euros, 157% mais do que o registado no exercício anterior.

A marca italiana, que agora integra a Fiat Industrial, realizou um volume de negócios de 8,3 mil milhões de euros, o que representa um crescimento homólogo de 16%.

As vendas de veículos comerciais do construtor totalizaram 129 630 unidades, 25% mais que em 2009. Apesar disso, a companhia sublinhou que os níveis de entregas continuam “consideravelmente” mais baixos que os registados no período de antes da crise.

Só na Europa Ocidental, a Iveco matriculou em 2010 78 326 veículos, crescendo assim 17% relativamente ao exercício anterior.

Em Portugal, ao invés, a marca italiana teve um 2010 particularmente difícil, com uma quebra de matrículas na casa dos 59%, para apenas 168 veículos (contra os 411 de 2009).

 

Comments are closed.