O Japão prepara-se para investir cerca de 525 milhões de euros na construção de um porto na baía do Namibe, no Sul de Angola.

Um despacho do Presidente de Angola autoriza o ministro dos Transportes a celebrar o contrato de empreitada do novo porto com o consórcio Toyota Tsusho e TOA Corporation. Ao mesmo tempo, autoriza a inclusão do projecto na linha de crédito aberta a favor de Angola pelo Banco do Japão para a Cooperação Internacional.

Por agora pouco se sabe do projecto do novo porto. Apenas que será multipurpose, capaz de movimentar contentores, petróleo e minério de ferro.

O futuro porto da baía do Namibe será o maior projecto de infra-estruturas desenvolvido pelo Japão no exterior até à data e deverá servir de ensaio para novos investimentos noutras economias emergentes. Um pouco, ou muito, à imagem do que a China está a realizar com o seu programa OBOR (One Belt One Road).

A Toyota Tsusho está presente em 39 países, empregando cerca de 12 mil trabalhadores.

 

 

Comments are closed.