A Janela Única Logística (JUL) está desde hoje operacional nos portos do Funchal, Caniçal e Porto Santo.

Tal como previsto, os portos da Região Autónoma da Madeira são os primeiros a utilizar a JUL, a nova plataforma digital que representará um avanço – qualitativo e quantitativo – face à Janela Única Portuária já generalizada a todos os portos nacionais.

A escolha da Madeira para a primeira fase de implementação da JUL é justificada pelo facto de os portos da região reunirem realidades diferenciadas – passageiros no Funchal, carga no porto do Caniçal e carga e passageiros no Porto Santo.

O projecto da JUL foi oficialmente lançado a 2 de Março do ano passado. Na altura, a ministra do Mar manifestou  o desejo de ter a solução implementada em Sines – e, se possível, também em Leixões – no final de 2018.

O investimento no projecto ascende a 5,1 milhões de euros, co-financiados a 85% por fundos comunitários. Um investimento pequeno com ganhos elevados, salientou, há um ano, Ana Paula Vitorino, estimando em 50 milhões de euros os benefícios gerados para a economia nos primeiros três anos.

Com a JUL, a JUP extravasa os limites dos portos e abarca as cadeias logísticas, quer no hinterland, quer no foreland, integrando operadores dos diversos modos, plataformas logísticas, etc..

Com este projecto, Portugal propõe-se estar na linha da frente da implementação da Janela Única Logística europeia.

Tags:

Comments are closed.