A KLog atingiu ano passado um volume de negócios de 41 milhões de euros, que compara com os 33 milhões realizados em 2015. Para o ano corrente o objectivo e chegar aos 55 milhões.

KLog

A Klog, fundada apenas em 2012, continua a crescer depressa. No ano passado a facturação cresceu 24%, depois de em 2015 ter disparado 38%, e para este ano a meta é chegar aos 34%.

Em 2016, a divisão Land – que integra o transporte terrestre, o negócio Contract (dedicado ao transporte especializado de mobiliário), e as operações no Magrebe – foi a que registou o maior crescimento: 50% em termos  homólogos, passando a pesar 35% no total da facturação.

A empresa justifica, em comunicado, com a aposta no crescimento das operações terrestres, nomeadamente no Reino Unido e Irlanda (“graças à parceria com a Geodis UK”) e também em Espanha, fruto do acordo com a Transaher.

Já a divisão P&S Cargo – serviço especializado de carga completa para grandes contas e que integra o segmento ferroviário – continuou a ser a mais “importante” em termos de volume de negócios, com um peso específico de 41%. “Em 2016, a empresa reforçou a frequência da ligação Portugal/Catalunha via rail, graças à parceria exclusiva que detém com a Transfesa e garantindo saídas semanais para o resto da Europa”, refere o comunicado.

Com a ajuda dos Jogos Olímpicos do Brasil, a divisão Air & Sea registou um volume de negócios de seis milhões de euros.

Para o ano corrente a KLog espera manter, ou mesmo acelerar o ritmo de crescimento, chegando aos 55 milhões de euros de facturação.

Tags:

Comments are closed.