A Kuehne + Nagel lançou um serviço ferroviário para cargas de grupagem (LCL, em inglês) entre a China, a Rússia e a Europa, o  Eurasia Express.

K+N Eurasia Express

Os comboios afectos ao novo serviço LCL da Kuehne + Nagel partem de Wuhan (China) com destino a Hamburgo e Malaszewicze e Poznan, na Polónia. O operador conta com mais de 50 pontos de recolha na China, incluindo zonas-chave como Shengyang, Chongqing, Chengdu e Zhengzhou.

O serviço tem um tempo de trânsito de 14 a 18 dias (21 a 22 dias numa oferta door-to-door), menos do que o transporte marítimo. Em relação ao transporte aéreo, a vantagem não é de tempo, mas de custos, segundo a companhia.

A Kuehne + Nagel indica que o serviço Eurasia Express tem como principal mercado-alvo a indústria automóvel e de componentes, as tecnológicas e a moda. Podem realizar-se importações, mas também envio de exportações FCL e LCL da Europa para a Ásia.

Desde a companhia salientam a segurança das cargas no serviço. Segundo a Kuehne + Nagel, os contentores são monitorizados por sistemas de GPS que oferecem dados sobre a temperatura, humidade, pressão e exposição luminosa, além, claro, da localização das mercadorias.

Há, além disso, a possibilidade de enviar cargas sensíveis à temperatura, acondicionadas em contentores refrigerados de tamanho especial.

 

 

 

 

 

 

Os comentários estão encerrados.