A LAM, companhia aérea moçambicana, vai poder voltar a voar para a União Europeia a partir de 2020, anunciou em Lisboa o Presidente de Moçambique.

A LAM Linhas Aéreas de Moçambique está na “lista negra” da Comissão Europeia desde Abril de 2011, encontrando-se por isso impedida de voar para a UE.

O Presidente Filipe Nyusi disse que o reinício dos voos para a Europa poderá ocorrer “provavelmente já em Março.”

A ser assim, acrescentou, a companhia moçambicana passará a voar para Lisboa. O que poderá ser  feito com aviões próprios, ou “nem que seja em parceria com a TAP ou outra companhia”.

O regresso à Europa não implicará, contudo, a redução automática do preço das viagens para os moçambicanos residentes em Portgal, avisou o presidente moçambicano, frustrando assim os anseios da comunidade.

Tags:

Comments are closed.