Depois de Espanha, a Laso anuncia uma filial em Marrocos, que arrancará já com “um grande projecto eólico”, adiantou ao TRANSPORTES & NEGÓCIOS fonte oficial da empresa, especializada em transportes de cargas de grandes dimensões.

LASO

Não é de agora o relacionamento da Laso Transportes com o mercado marroquino. “Sempre efectuámos o tráfego com Marrocos, mas com importação ou exportação. Em média, efectuamos cerca de 900 cargas/ano de qualquer ponto da Europa para Marrocos e vice-versa. Transporte de maquinaria de construção civil, obras públicas, máquinas industriais, entre outros”.

Agora, com a Laso Maroc, detida a 100% pela casa-mãe, o objectivo é “atacar” também o mercado doméstico, ainda e sempre com preferência pelos “transportes especiais”, tentando aproveitar  “os investimentos já a decorrer em Marrocos em varias áreas, como as energias renováveis (eólica) e o maior parque mundial fotovoltaico, entre outros”, justifica a fonte da Laso.

E a verdade é que, neste arranque, refere, “já adjudicámos um grande projecto eólico, que irá necessitar de veículos como carros com grua, porta-tubos, zorras porta-máquinas, galeras extensíveis para o transporte de pás, porta contentores entre outros. No total, serão cerca de 30 equipamentos disponíveis no imediato”.

A Laso Maroc tem a sua sede em Tanger. A dimensão inicial da empresa está ainda a ser definida, na certeza de que “parte dos nossos quadros serão RH locais”.

Por ora, a Laso ainda não avança com objectivos para o volume de negócios desta sua operação marroquina.

 

 

 

Comments are closed.