Depois de ter crescido 3,7% em 2015, o porto de Leixões começou 2016 da melhor maneira com um ganho de 13% na tonelagem movimentada.

Em Janeiro, o porto nortenho processou 1,44 milhões de toneladas, valor que compara com os 1,27 milhões de toneladas de há um ano.

Em comunicado, a APDL refere que todos os tipos de carga cresceram em termos homólogos, destacando, em termos percentuais, os ganhos de 160% na carga fraccionada (para cerca de 75 mil toneladas) e da 61% na carga ro-ro (para mais de 62 mil toneladas).

O movimento de contentores, medido em TEU, avançou 12% (até aos 53 327), acrescenta a APDL, sublinhando os avanços nas exportações para Espanha (mais 107%) e França (mais 82%) e nas importações de Espanha (mais 49%) e do Reino Unido (mais 15%).

Viana do Castelo avançou 59%

No porto de Viana do Castelo, também gerido pela APDL, o mês de Janeiro saldou-se em 47 mil toneladas movimentadas.

Na comparação com o mesmo mês de 2015, verificou-se um crescimento de 59%, que contrasta com as perdas sofridas pelo porto da foz do Lima no ano passado.

 

 

Comments are closed.