Chama-se Via Azul e com ela a APDL, em colaboração com a Yilport Leixões, pretende acelerar a recolha dos contentores de importação.

Segundo explica a administração portuária, a Via Azul, “já em funcionamento na Portaria do Porto de Leixões”, permitirá “o levante não atendido e automático de contentores vazios e contentores cheios, de importação”.

No imediato,  a concessionária do terminal de contentores disponibilizará “por e-mail, um código de barras para os contentores cheios de importação e um código de barras por navio e por capacidade de contentores vazios de 20’ e 40’”. Depois de impressos, esses códigos de barras poderão ser lidos pelos leitores de códigos de barras disponíveis na Portaria do porto nortenho.

Para o futuro breve fica prometida a disponibilização dos mesmos códigos de barras na “JUP (SIGA o Contentor), para melhor agilização do processo, e para dispositivos móveis”, avança a APDL.

Com esta medida, a APDL e a concessionária propõem-se “melhorar os tempos de atendimento e diminuir os tempos de espera na Portaria”.

 

 

Os comentários estão encerrados.