Depois da Luís Simões, a Espaçotrans será o próximo inquilino da plataforma logística de Leixões, com inauguração oficial marcada, finalmente, para o próximo dia 29 do corrente.

Mapa Novo CS4-Zaldesa

A nave logística da Luís Simões – que ocupa dois lotes no pólo 2, de Gatõs-Guifões – já está a operar normalmente e perspectiva-se até a sua próxima expansão. Será também inaugurada com a plataforma logística em que se insere.

O dia ficará ainda marcado pelo lançamento da primeira pedra das futuras instalações da Espaçotrans, que igualmente se instalará no pólo 2.

No pólo 1, já se sabe, instalar-se-á a Zaldesa, a gestora da plataforma logística de Salamanca, que assim passará a ter um “posto avançado” no porto nortenho.

O TRANSPORTES & NEGÓCIOS sabe, no entretanto, que novos contratos estarão em vias de ser formalizados, com a plataforma logística de Leixões a atrair o interesse de grandes players logísticos internacionais.

A plataforma logistica de Leixões estava prevista no plano Portugal Logistico e no Plano Estratégico do Porto de Leixões e foi integrada no PETI3+.

Inicialmente pensada para ser desenvolvida pela iniciativa privada, foi construída integralmente “às custas” da APDL, que nela já investiu algumas dezenas de milhões de euros.

A plataforma desenvolves-se em dois pólos – Gonçalves (quase nos limites do porto) e Gatões-Guifões, ligados entre si, ao porto e à rede rodoviária nacional pela VILPL. O projecto prevê igualmente a instalação de um terminal rodo-ferroviário de mercadorias, a ser desenvolvimento pela Infraestruturas de Portugal.

 

Comments are closed.