A partir de agora já é possível conhecer, em tempo real, a localização e pormenores da viagem dos contentores que passam por Leixões. O “Siga contentor” está disponível no site da APDL.

O “Siga Contentor” foi desenvolvido no âmbito do projecto europeu MIELE e apresentado como “a primeira prova do conceito em real e produtivo”. Na prática, e utilizando quase e só dados já processados com a Janela Única Portuária e a Portaria Única, trata-se de disponibilizar, de forma simples e intuitiva, informação sobre o “estado” dos contentores que partem ou chegam a Leixões.

Dispondo apenas do número do contentor, é então possível saber se já chegou ao porto (por via terrestre ou marítima, conforme os casos), há quanto tempo está no parque de contentores, em que navio foi/vai ser carregado/descarregado, datas e horas das operações de embarque/desembarque, se já tem autorização para sair do porto (por via terrestre) ou quando irá fazê-lo (por via marítimo), etc..

O público-alvo desta aplicação são os clientes externos do porto de Leixões, e em particular os carregadores. O objectivo, disse-o João Pedro Matos Fernandes, é facilitar a optimização dos fluxos de mercadorias, e também reforçar a transparência e a possibilidade de avaliação da performance do porto.

O “Siga Contentor” foi desenvolvido em parceria pela APDL e pela TCL, com a colaboração da Alfândega. A ferramenta deverá ficar disponível também no site da concessionária do terminal de contentores. E já há planos para fazer o seu upgrade, nomeadamente com a integração das autorizações dos agentes do contentor.

Segundo dados da APDL, a Janela Única Portuária conta actualmente 766 utilizadores e processa cerca de 200 mil mensagens/mês. A Portaria Única regista este ano um fluxo médio diário de 2 800 camiões (entradas/saídas) e um acumulado de 152 mil contentores entrados em camião e de 165 mil contentores saídos por camião.

Os comentários estão encerrados.