Em Julho, o movimento de contentores em Leixões cresceu em termos homólogos, apurou o TRANSPORTES & NEGÓCIOS. Foi a primeira vez este ano.

Leixões - TCL

Julho foi o melhor mês do ano no terminal de contentores de Leixões, com a movimentação de 59291 TEU. Na comparação com o mês homólogo de 2014, o crescimento foi de 2,2%.

E assim se interrompeu uma série negra de meses de perdas que se iniciou ainda no último trimestre do ano passado. Em 2014, os ganhos acumulados nos primeiros três trimestres ainda permitiram encerrar o exercício com ganhos. Em 2015 ser verá se a recuperação é para manter e se os cinco meses que faltam serão bastantes para recuperar das perdas.

No acumulado dos primeiros sete meses do ano, Leixões soma 360 782 TEU. Menos 5,2% que no mesmo tempo de 2014. No final do primeiro semestre, as perdas homólogas situavam-se nos 7%.

A forte quebra nas exportações para Angola – o primeiro mercado externo de Leixões – é a primeira explicação avançada pela concessionária do terminal de contentores do porto nortenho para o recuo na actividade.

Comments are closed.