Nos primeiros 11 meses do ano, o porto de Leixões movimentou 15 milhões de toneladas, 2% mais do que os 14,8 milhões registados no período homólogo de 2011.

Sem surpresa, a carga contentorizada foi a que mais puxou pelos números do porto nortenho, com um crescimento homólogo de 17%, para a casa dos 5,8 milhões de toneladas.

De acordo com o comunicado da APDL, em alta significativa estiveram também os granéis agro-alimentares (subiram 7,2%) e a carga ro-ro (mais 80,8%).

As exportações, acrescenta a administração portuária, aumentaram 20,3% (depois de em 2011 terem subido 34%). Marrocos, Angola, Argélia e Reino Unido foram os mercados em destaque. Ferro/aço, produtos refinados e aromáticos, granito em paralelipípedos, papel e cartão, bebidas e equipamentos e materiais de construção foram as cargas mais exportadas.

No ano passado o porto de Leixões registou um volume recorde de cargas movimentadas, tendo superado os 16,3 milhões de toneladas, o que representou um crescimento de 12% face a 2010.

Comments are closed.