Depois da quebra de Agosto, o TCL voltou aos ganhos, marginais, em Setembro. E com isso ficou mais perto de um novo recorde.

Em Setembro, o TCL, concessionário do terminal de contentores de Leixões, movimentou 39 541 TEU, escassos 0,14% acima do realizado no mesmo mês do ano passado.

Com este resultado mensal, a empresa viu reduzir-se um pouco mais o crescimento acumulado desde o início do ano. O saldo dos três primeiros trimestres é de 356 921 TEU movimentados, representa agora um crescimento de cerca de 5% relativamente ao período homólogo de 2009.

Ainda assim, avança a empresa, as perspectivas de voltar a crescer este exercício, pelo décimo ano consecutivo (tantos quantos soma a concessão), mantêm-se. As perspectivas da economia nacional estão longe de ser animadoras, mas falta apenas um trimestre (que historicamente não é dos mais fortes no TCL), pelo que o pecúlio acumulado deverá ser suficiente.

Os comentários estão encerrados.