Pelo segundo mês consecutivo, o porto de Leixões registou, em Setembro, uma quebra na movimentação dos contentores, de acordo com os dados divulgados pela concessionária.

Em Setembro, o TCL movimentou 39 073 TEU. Uma quebra homóloga de 1%, que sucede aos 5% perdidos em Agosto.

Nos primeiros nove meses do ano, Leixões e o TCL somam 338 379 TEU movimentados, o que representa ainda um acréscimo de praticamente 6% face ao realizado no mesmo período do ano passado.

Entretanto, na passagem de Setembro para Outubro, na semana n.º 40, o TCL fixou um novo máximo semanal, com um total de 12 121 TEU movimentados.

Ainda assim a concessionária mantém um discurso prudente sobre o futuro, sublinhando que “os dados e as previsões disponíveis apontam para um abrandamento da actividade no transporte marítimo de contentores, em linha com a evolução do comércio e da economia mundiais”.

No ano passado o TCL movimentou 482 363 TEU, um recorde, fruto de um crescimento de 6%. Para 2011, o objectivo é chegar aos 500 mil TEU.

Comments are closed.