Os comerciais ligeiros que realizam transporte internacional de mercadorias terão de ter um tacógrafo instalado e os seus motoristas de cumprir as normas de condução e repouso já em vigor para os pesados.

O acordo sobre as novas regras do transporte internacional rodoviário de mercadorias realizado com veículos ligeiros foi alcançado pelo trílogo da UE, composto por Parlamento Europeu, Comissão Europeia e Conselho.

Com estas regras pretende-se nivelar as regras de concorrência no transporte rodoviário de mercadorias e aumentar a segurança de pessoas e bens. O recurso a comerciais ligeiros para realizar transportes de mercadorias tem aumentado, não apenas pela maior flexibilidade dos veículos e a sua adaptação ao transporte de cargas de menores dimensões (por exemplo, em transportes urgentes), mas também porque a actividade não está sujeita às regras que se aplicam aos pesados.

A medida está integrada na proposta do novo Pacote de Mobilidade. Deste constam outras medidas bastante mais polémicos, como o regresso dos camiões ao país de matrícula a cada quatro semanas ou alterações à cabotagem e ao destacamento de trabalhadores. O objectivo é reduzir a concorrência desleal das chamadas empresas “fantasma”, com sede oficial, sobretudo, nos países do Leste da Europa.

É, precisamente, desse bloco da UE que há mais oposição à proposta de Bruxelas. Os temas mais polémicos serão abordados na segunda-feira (dia 9) na próxima reunião do “trílogo”.

 

 

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*