O descarrilamento de um comboio de mercadorias da Medway, no final do passado sábado, mantém cortada a circulação da Linha do Norte pelo menos até ao final da tarde de hoje.

Descarrilamento

O descarrilamento aconteceu às 18h10 de sábado, em Adémia, próximo de Coimbra, e envolveu uma dezena de vagões carregados de cimento. O acidente não provocou vítimas mas dele resultaram estragos, quer no material circulante da Medway, quer na via. De  tal forma que os trabalhos se prolongaram bastante mais do que o inicialmente previsto.

Com a linha cortada, o trânsito de passageiros Norte-Sul está a ser feito com transbordo em autocarro, entre Coimbra B e Pampilhosa.

Mais problemático é, claro, o caso do transporte de mercadorias, em que não é viável o recurso a transbordos. Resta o reescalonamento das operações de transporte ou, quando possível, a alternativa rodoviária para o encaminhamento das mercadorias entre a origem e o destino.

Para muitos, este incidente vem provar a fragilidade da Linha do Norte, apesar da modernização em curso, e a debilidade estrutural da rede ferroviária nacional, que simplemente não existirá como tal, dada a inexistência de soluções alternativas para o tráfego Norte-Sul.

As causas do acidente de sábado ainda não terão sido apuradas.

Com Lusa
Foto: Global Imagens

Comments are closed.