As 15 maiores companhias mundiais de transporte marítimo de contentores registaram uma taxa de pontualidade média de 80,1% no segundo trimestre, avança a Sea Intelligence.

Na comparação com o período homólogo de 2018, verificou-se 8,2 pontos percentuais na taxa de pontualidade.

Quatro transportadoras registaram, mesmo, avanços na pontualidade de dois dígitos. A Hamburg Süd (grupo Maersk) foi a que mais melhorou, com uma subida de 14,2 pontos percentuais. Mas HMM (+13,7 p.p), ZIM (+11,7 p.p.) e Hapag-Lloyd (+10,2 p.p.) estiveram, de igual modo, em destaque.

A OOCL foi a companhia do “top” 15 com o pior desempenho, mas ainda assim melhorou em 2,6 pontos percentuais a sua pontualidade face ao trimestre encerrado a 30 de Junho de 2018.

Houve também boas notícias no relativo ao desempenho das alianças de transportadores.

A 2M registou uma taxa de fiabilidade horária de 80,2%, uma melhoria de 16,4 pontos percentuais em relação ao segundo trimestre do ano passado. A The Alliance e a Ocean Alliance melhoraram, respectivamente, 10,1 pontos percentuais (para 68,3%) e 4,6 pontos percentuais (para 77,2%).

Os números mais recentes, apesar de positivos, comparam, porém, com uma base particularmente baixa. Com efeito, o sector registou em 2018 os seus piores 12 meses de pontualidade desde que os analistas da Sea Intelligence começaram, há oito anos, a recolher dados do cumprimento dos horários das escalas.

A boa notícia para as companhias é que em 2019 o cenário está melhor. O primeiro trimestre já foi de subida e o segundo trimestre foi-o ainda mais.

 

Comments are closed.