O porto de Lisboa contou 221 mil passageiros de cruzeiros no primeiro semestre, uma subida de 15% face à primeira metade de 2017, anunciou a administração portuária (APL).

Entre Janeiro e Junho, o porto da capital recebeu 148 escalas, mais 15, ou 11% que no período homólogo anterior. Entre elas contaram-se oito estreias (das 14 previstas para todo o ano),  destacando-se as do Carnival Horizon e do Seabourn Ovatio, acabados de entrar em operação.

O número de passageiros em turnarund cresceu 5% e superou os 20 mil. O número de escalas em turnaround e em interporting cresceu 21% e 67%, respectivamente, para 40 e cinco.

O “crescimento do segmento de turnaround resulta da plena entrada em funcionamento do novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa que oferece as melhores condições para acolher navios e passageiros de cruzeiro e do potencial elevado que Lisboa apresenta neste segmento, em especial se tivermos em consideração a sua localização no cruzamento das principais rotas – Mediterrâneo, Báltico, Transatlântico, Atlântico – o que lhe confere vantagens acrescidas relativamente a outros portos no que respeita, neste caso em concreto, para o início da época de cruzeiros no Mediterrâneo e para as viagens de reposicionamento”, explica a APL no comunicado emitido a propósito dos resultados.

Para o final do ano, o Porto de Lisboa mantém a previsão de cerca de 350 escalas (mais 6% face a 2017) e de um recorde de 600 mil passageiros (mais 15%).

 

Os comentários estão encerrados.