O porto de Lisboa foi o único a crescer na movimentação de contentores em Janeiro. No Continente, a quebra homóloga atingiu os 16,2%.

Sines liderou perdas na movimentação de contentores

Em Janeiro, os portos do Continente movimentaram apenas 219 843 TEU, anunciou hoje a AMT. Lisboa foi o único a subir face ao mesmo mês homólogo de 2018: avançou 1,8% e contou 30 975 TEU.ç

Sines, de longe o maior porto de contentores nacional, continuou em quebra, sobretudo nos tráfegos de transhipment, assinala a AMT. No arranque do ano contou 123 253 TEU, 23,2% abaixo do realizado há um ano.

Em Leixões, que em 2019 fixou um novo máximo histórico, 2020 começou no vermelho, com uma quebra homóloga de 4,3% para 54 664 TEU.

Fortes quedas registaram ainda Setúbal (-25,1%) e Figueira da Foz (-20%), com movimentos de 9 531 e 1 420 TEU, respectivamente.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*