O novo aeroporto internacional de Luanda, “o maior aeroporto em África” vai custar mais de 2 800 milhões de euros. Só não se sabe quando estará concluído.

O valor consta do contrato de financiamento firmado entre o governo angolano e o China International Fund Limited, publicado em Diário da República.

Para pagar o investimento, o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, autorizou o “ministro das Finanças a mobilizar” mais de 1 560 milhões de dólares (1 100 milhões de euros) da Reserva Financeira Estratégica Petrolífera para Infra-Estruturas de Base “para execução financeira do contrato em 2014”, lê-se num despacho também publicado no jornal oficial.

A construção do novo aeroporto de Luanda arrancou em 2004, mas continua a desconhecer-se a data de conclusão.

O China International Fund Limited mantém no seu sítio oficial que tem em mãos a construção do “maior aeroporto em África”, referindo-se ao que estava previsto para a comuna do Bom Jesus, a cerca de 40 quilómetros de Luanda, já na província do Bengo.

Adianta o China International Fund Limited, com sede em Hong Kong, que o projecto contempla um terminal com 160 mil metros quadrados, com capacidade para movimentar 13 milhões de passageiros/ano, e ainda um terminal de mercadorias de 6 200 metros quadrados que permitirá escoar 35 mil toneladas por ano.

O novo aeroporto internacional está implantado numa área de 1 324 hectares e terá duas pistas com capacidade para acolherem o Airbus A380. A pista Norte terá 4 200 metros de comprimento, enquanto a Sul medirá 3 800 metros de extensão, ambas com 60 metros de largura.

A confirmarem-se os valores do investimento, o novo aeroporto será a segunda maior obra pública em Angola, só superada pelo aproveitamento hidroeléctrico de Capanda, na província do Malanje.

 

Comments are closed.