Os preços da carga aérea deverão subir no Outono, pressionados pela procura internacional e pela subida do combustível, avisou em conferência de imprensa o novo CEO da Lufthansa Cargo.

A procura está a ser estimulada pela recuperação da economia internacional e a subida do preço do combustível incentiva as companhias a imobilizarem os seus aviões mais antigos e de maiores consumos, o que poderá ter também algum efeito do lado da oferta.

Todavia, os aumentos de tarifas não deverão ocorrer de imediato, esclareceu Karl Garnadt.

A IATA divulgou um aumento de 3,7% na procura de carga aérea em Março e prevê que a retoma do sector seja sustentada no segundo semestre pelo reanimar da economia.

Questionado sobre a previsão de resultados da Lufthansa Cargo para 2011, Karl Garnadt mostrou-se cauteloso e afastou a hipótese de se repetirem os lucros operacionais recorde de 310 milhões de euros de 2010. “Ficaríamos satisfeitos mesmo se os lucros caíssem 20%”, disse.

Comments are closed.