A Lufthansa Cargo teve um mau arranque de ano, com as contas do primeiro trimestre a revelarem um pior desempenho do que no período homólogo do ano passado.

Entre Janeiro e Março, as receitas da Lufthansa Cargo cairam 4% para 616 milhões de euros (641 milhões em 2018) e o EBIT (resultado antes de juros e impostos) caiu ainda com maior estrondo, com os 19 milhões registados a ficarem 74% abaixo de há um ano.

A companhia indicou que as quedas foram resultado da deterioração dos preços, assim como do pior desempenho nas suas rotas principais e das menores taxas de ocupação da capacidade.

A pressão sobre as contas também teve como causas o crescimento de 3% no número de trabalhadores, o aumento dos custo de materiais e serviços e o investimento em três Boeing 777 cargueiros.

Em relação ao futuro, a Lufthansa Cargo  dá conta que o “foco continua em melhorar a eficiência e a estrutura de custos”.

 

Comments are closed.