A Lufthansa Cargo e a All Nippon Airways (ANA) obtiveram luz verde do governo japonês para avançarem com uma joint-venture, que será a primeira parceria mundial do género.

A Lufthansa Cargo e a ANA poderão a partir de agora gerir em conjunto o planeamento da rede, os preços, as vendas e o handling nas ligações entre o Japão e a Europa, e vice-versa. O contrato definitivo deverá ser assinado nas próximas semanas.

As operações conjuntas deverão iniciar-se com as mercadorias provenientes do Japão para a Europa no Inverno 2014/2015, seguindo-se as da Europa para o Japão em meados de 2015.

“A joint-venture vai beneficiar os clientes ao disponibilizar mais opções de rotas e uma mais ampla gama de serviços. Os clientes vão beneficiar especialmente de uma rede maior e mais rápida, com mais voos directos mais, mais destinos e mais frequências. Com a concentração das actividades sob o mesmo tecto nas principais estações, como os aeroportos de Narita e Nagoya, no Japão, e Dusseldorf e Frankfurt, na Alemanha, os clientes desfrutarão dos serviços de ambas as companhias num único local”, refere o comunicado de imprensa emitido a propósito pelas duas operadoras.

O transporte aéreo de mercadorias tem estado sob pressão, pois as transportadoras de passageiros que mais têm crescido, como a Emirates ou a Turkish Airlines, usam, em várias rotas, aviões de grandes dimensões que lhes permitem transportar grandes quantidades de mercadorias nos porões.

Esta é a primeira mas não será provavelmente a aliança do género feita pela Lufthansa Cargo. No início do ano, a companhia anunciou a intenção de firmar um primeiro acordo este ano e um segundo em 2015. E em Julho, o seu CEO, Carsten Spohr, admitiu conversações com a United Continental Holding.

Os comentários estão encerrados.